quinta-feira, setembro 25, 2008

O homem sentou-se na pedra, cruzou as pernas e consultou as horas. Considerou ser tarde. Olhou a pedra sob o corpo. As nuvens acima. Suspirou. Ao longe, alheio àquele homem entre pedras e nuvens, um pássaro voou.

8 comentários:

douglas D. disse...

bela imagem. qual fotografia, a transbordar silêncio.

CeciLia disse...

Este homem olhando o mar é quase mítico, meu caro Edilson. Gosto de ver que estás de bem com a Palavra outra vez. Não deixa mais que teu silêncio a engula, certo?
Beijos em ti e na tua Lia

clarice ge disse...

Ei, psiuuu!!!
Pego carona com esse pássaro pra vir aqui te dar um abraço.
Tudinho de bom pra ti!!!

Miguel Barroso disse...

O pássaro e a pedra, mirando o homem. Gostei.


Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

gdec disse...

V. está escrevendo, de vagar, mas não me avisou, como prometeu ...
E eu não posso perder.
Tudo bom mas QUESTÃO DE FÍSICA é genial .
um abraço
Geraldes de Carvalho

Kika disse...

Adorei !

*LIS disse...

Um otimo cenario para refletir e aproveitar.

Muito legal! =D

Caceres disse...

Pausa para respirar, ou até para terminar de se sufocar.