quarta-feira, maio 23, 2007

SINE QUA NON I

Imagem encontrada na internet
O homem não casou. Não teve namoradas. Não foi a festas. Não teve amigos. Não seguiu movimentos. Não compôs turmas com os de sua geração. Passou a vida a esconder-se do mundo como se fora uma aberração qualquer. Um desastre qualquer. Mas não era feio. Não era um monstro. Refugiou-se no obscuro de sua própria Notre-Dame por puro temor. E aí teria terminado seus dias. Anônimo. E dele não se diria a ou b. E ainda que alguém o fizesse, seria apenas por uma coincidência, dessas tão comuns a ficções. O homem seria uma ficção a inspirar algum imaginativo dado a loucuras. Mas o homem decidiu sair do obscuro de sua Notre-Dame. O homem quis ter com o povo. O homem quis vir à praça e ao mercado. Dois raios luminosos não acharam de brilhar justamente no porão de sua obscuridade? Ante o primeiro, o homem criou o aparelho, a geringonça. Ante o segundo, decidiu mostrar a criação aos olhos da praça e do mercado. Por que, homem, por quê? Por que tinhas de deixar tua Notre-Dame?

9 comentários:

diovvani mendonça disse...

Adolescente tímido eu era. Hoje, perdi as vergonhas. Interessante, eu jurava que não me casaria. Até que numa madrugada, dei uma carona para Vanusa. Desde então ela é minha caroneira oficial.

Cara... que potência!!! Essa expressão "Refugiou-se no obscuro de sua própria Notre-Dame por puro temor.

De tanto observar você e outros - acho que vou acabar aprendendo um pouco do instigante mundo das palavras.

AbraçoDasMontanhas.

P.E.: vou lhe enviar um e-mail agora.

Marconi Leal disse...

Mais um post forte e belo.

Antônio Alves disse...

Lembrou-me a Alegoria das Cavernas, de Platão.

Abraços!

paulo disse...

... é o que todos mais querem! uns conseguem, outros nem... lembrei ao ler que medos possuo, menor ou maior...
.
adorei conhecer aqui tb! bela casa!
.
abraços...
.
paulo

Anjo de uma asa só disse...

Oi, obrigada pelas palavras....espero que esteja certo, adorei seu blog, seu texto é lindooooooo....parabéns!!!
abraços

Nena disse...

pq ninguém quer ser sozinho...

Eu pelo menos não!

Gostei do blog, rapaz!!!

(e obrigada pela visita!)

um abraço

marcos pardim disse...

o x da questão, invariavelmente, passa pelo querer. a certa altura, o texto diz: o homem quis. nem timidez, que não é pouca coisa, pode com o querer. 1 abraço

Erika disse...

Oi, vim agradecer a visita ao Oncotô.
E vc está certo, alto astral sempre é palavra de ordem por lá.

Volte sempre.

Larissa Marques disse...

deixar seus templos faz com que aprenda mais do homem, mais da vida!beijos!